[phpBB Debug] PHP Notice: in file /viewtopic.php on line 988: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone.
[phpBB Debug] PHP Notice: in file /viewtopic.php on line 988: getdate(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone.
brazdias.com • Ver Tópico - Bye Bye Santiago - Últimas Horas!!!

Bye Bye Santiago - Últimas Horas!!!

Blog pessoal! Leia e acompanhe!

Bye Bye Santiago - Últimas Horas!!!

Mensagempor brazdias » Segunda Nov 22, 2010 11:16 pm

Com um pouco de atraso, segue a última parte da minha viagem pro Chile.

Pra quem anda frequentando esse humilde fórum-blog, não é novidade que estive em Santiago no fim de semana do feriadão de 15 de novembro. O relato segue daqui, a partir da noite de sábado....



Depois de conhecer um pouco mais dacidade, ir no shopping, e depois no mercado, voltamos para casa e a Vania, que já tinha trabalhado e acordado cedo a semana toda, estava sem disposição pra cair em mais uma night. Eu confesso que também estava um pouco cansado, mas eu tinha pouco tempo pra aproveitar e tratei logo de conseguir alguma coisa pra fazer.

Na véspera, havia conhecido um pessoal (conforme já mencionei no último post) e daí, fui convidado para um aniversário. O local não poderia ser mais diferente. Um bar colombiano chamado MASSATTO!!!! :D

Imagem


Era um pouco longe, mas fui de táxi e deu tudo certo. A festa já tinha começado e como eu era "convidado", não precisei pagar a entrada. YES! Na verdade o local estava mais para boate do que bar, algumas pouquissimas cadeiras espalhadas no canto, um bar no centro, onde alipertinho o dj comandava a música e uma pista de dança. O lugar é pequeno, mas acomodava perfeitamente as cerca de 40-50 pessoas que estavam no local.

Como eu só conhecia a Paola (uma amiga da Vania) foi com ela com quem mais conversei, arriscando um espanhol capenga... No fim das contas eu entendia quase tudo que ela dizia (ela idem) e quando não dava mesmo a gente apelava para gesto e explicações mais didáticas. rs

A música que é o "tchan" do lugar... nada de tecno, house, só música latina.. daquelas que vc jamais imagina ver numa boate... rumba, merengue, salsa, etc..
O legal é que a galera canta junto, se empolga, levanta os braos e tudo.. faz rodinha.. é como se estivesse tocando Lady Gaga... engraçado de se ver... pq para nós, simplesmente, é uma imagem que não encaixa.. aquela música diferente, que pode ser até bacana mas que nao empolga (não a mim) e ao mesmo tempo, todo mundo na maior alegria com se fosse o maior hit das rádios (e talvez seja.. vai saber....)

De repente, um susto... 2 ou 3 policiais entraram no bar, a música baixou e eu, sem saber, achei aquilo muito estranho.. no entanto a Paola me disse que tratava-se de um procedimento de rotina, os CARABINEROS (pm local) que fiscalizam esse tipo de estabelecimento, conferem as licenças, verificam extintores, etc. Estranho, mas deve funcioar né... sei lá

Cinco horas o lugar fecha as portas e não tem choro nem vela... O segrança já vai avisando que a farra acabou e todo mndo vai saindo de fininho. Lá fora, estava um frio do cão, mas como entrei log no táxi, isso não foi um problema. Deixei a Paola perto da casa onde ela estava e fui pra casa da Vania.






------------


Acordei por volta das 10 horas, e para não incomodar a Vania (que estava cansada na noite anterior) resolvi sair sem avisar. Deixei um recado perto da porta do quarto dela e meu plano era visitar o Parque Florestal e depois arrumar alguma coisa para fazer durante o dia. Antes, eu pretendia comer um empanada na lojinha do metrô, mas estava fechada...

No metrô também tinha uma lojinha para turistas fazerem ligações, então descobri que isso tb é baratinho.. liguei para casa e falei "ao vivo" com a minha mãe pela primeira vez durante a viagem. Também entrei no facebook (vício detected) e a Vania estava online... acabou que combinamos de ir no Cassino na parte da tarde.. SHOW!



Segui meu plano, peguei o metrô e saltei perto do Parque. Como a lojinha de empanada do metrô estava fechada, tive que tomar café por ali mesmo. Achei um mini-mercadinho e resolvi esperimentar a empanada napolitana... Enquanto a de queijo parece um folhado, essa parecia um pastel de forno. Deu pra forrar o estômago....

Caminhei até o parque e passei umas 2 horas andando e fotografando... monumentos, paisagens, as ruas, eu, algumas coisas que eu achava interessante, tudo... muita foto mesmo..

O que me chamou atenção foi a quantidade de pessoas deitadas na grama, simplesmente abraçadas, ou conversando, ou lendo, ou namorando, ou dormindo (!!!)... De todas as idades, jovens, adultos, senhores.... e o curioso... em muitos desses grupos tinha um cachorro jogado na grana também, dormindo... não sei se pertencia à alguém ou se era um vira-lata simpático buscando companhia...


Andei, andei, andei... passei pelo Parque General Bustamente... tirei mais fotos e acabou que quase cheguei na casa da Vania a pé... quando vi só faltava uma estação de metrô.. e como ainda tinha crédito no meu cartão BIP (cartão usado no transporte público de Santiago), resolvi ir de metrô mesmo.


Eu e Vania almoçamos juntos e depois, nós dois, acompanhados de Paola e Paula seguimos para o Cassino Montecello!!! Antes de pegar a Paula, passamos rapidinho no mercado pa comprar umas últimas lembrancinhas e então colocamos o "pé na estrada"

São cerca de 40 minutinhos de carro e chegamos ao complexo de diversão, que abriga além do cassino, uma área de compras, com lojas diversas, uma boate (que não deu pra conhecer nesse dia) e um setor de fliperama.

Sacamos dinheiro e fomos logo para a área de jogos!! Paga-se 2500 pesos pelo ingresso e por esse valor vc também ganha alguns cupons para concorrer a prêmios em dinheiro.. uma pena que tem que estar presente para poder ser premiado.. estou fora :?

Lá dentro, é exatamente como nos filmes...muitas máquinas, muitas câmeras, não se pode passar nada para mão do croupier, tudo passa por cima da mesa... fichinhas coloridas... show de bola.. Não deu pra registrar muita coisa, pq lá não é permitido tirar foto (apesar de eu ter tirado uma antes de saber disto)

Antes da jogatinha, fomos ao bar tomar um drink e brindar para ter sorte... e pra mim, parece que deu certo....

Primeiro fomos para a roleta. Comecei apostando 5.000 pesos e perdi rapinho... Como eram só 5 fichas, ficava dificil de "cobrir" muitas possibilidades.. Mas vendo os outros 2 jogadores que estavam na mina mesa, fui pegando o jeito da coisa... Apostei mais 10.000 e com maior quantidade de fichas, espalhandobem na mesa, deu pra começar a ganhar.... ganhei aqui e ali, quando vi estava com 55.000 pesos... A mulher que estava jogando na mesma roleta até parou de jogar, acho que meio "chateada" comigo... eu cheguei e ela parou de vencer.. coisa de superticioso sabe...

Enfim.... quando comecei a perder demais sai da mesa, e a essa altura estava com 35.000 pesos.. mais que o dobro do que havia "investido". De lá, segui para o poker...

O poler é bem mais adrenalina, pq diferente do poquer tradicional, não tem estratégia, blefe, não tem nada... é só sorte e sangue frio.. as apostas mínimas são maiores, e o risco bem maior tb... Tive sorte de novo e logo na primeira (e última rodada) ganhei mais 15.000 pesos. Parei.... Prefiro garantir um lucro baixo do que perder tudo.....


Saldo final... apostei 15.000, sai com 50.000... tá bom né?

A Vania não estava com sorte e perdeu logo na roleta os 20.000 que ela tinha levado. A Paola nao jogou e a Paula, que não estava se sentindo be, só ficou nas máquinas (que eu acho que são a maior roubaleira).

Voltamos para cidade, e no carro foi uma das horas mais divertidas do dia. A Paula ensaiando umas "cantadas" em português (ela e a Vania vem ao Rio em fevereiro) foi hilário. No caminho também compramos uma iguaria típica do Chile. Tortilla com chichirrón.. Parece um pão árabe mais gordinho, comm gosto de pão normal amassado, com umas negocionhos pretos (chichirrón) que eu não sei exatamente o que é.. Foi bom pq estava quentinho e a fome começava a aparecer.. frio deve ser ruim...

Como a Paula não estava bem, e a Vania ia trabalhar no dia seguinte, só eu e a Paola fomos para um bar-pizzaria para fechar o domingão. Era uma das poucas opções, já que domingo tudo fecha hiper cedo (aliás, os poucos lugares que abrem domingo).

Como não íamos comer nada, só tivemos direito de pedir uma bebida, e foi o que fizemos. Experimentei uma cerveja (que eu ja conhecia) à moda chilena.. ou seja, com suco de limão misturado e sal na borda do copo. É bom.. melhor que cerveja pura (que eu nao gosto).

Quando o bar fechou, foi o anuncio que minha viagem estava chegando ao fim. Tomamos um ônibus para economizar e eu saltei pelo caminho. A idéia era pegar um táxi pertinho, mas pelo que percebi, domingo até os taxistas "fecham" mais cedo.. Andei um bom pedaço a pé (passei até na pota de um restaurante de comida brasileira), e quando pensei que estava perdido parei num posto de gasolina. O frentista nao sabia dar a informação que eu precisava, mas o cara que tava abastecendo me deu a notícia: o local para onde eu estava indo ficava a 12 quadras dali... aff...

Segui andando, e como tenho sorte... logo passou um táxi que me salvou!! :D


Meu vôo para o Rio saia às 7 e meia da manhã, então a Vania já tinha conseguido um radio-taxi. Ela também comentou de um transfer de van que era mais barato, entao foi essa a minha opção. O ponto negativo: ele passaria la pra me pegar as 4 e meia da manhã. E eu ainda tinha que tomar banho e arrumar a mala... CARACA!

Resultado: dormi de 3 e meia a 4 e quinze... me despedi da Vania e fui para aeroporto... daí pra frente vcs já sabem.. espera no saguão, freeshop, conexão em Buenos Aires e São Paulo e muitas boas recordações na bagagem... (além de garrafas de Absolut baratinhas....)



















BÔNUS - CURIOSIDADES SOBRE O CHILE/SANTIAGO

- Praticamente não se vê lixo no chão, apesar de pouquíssimas latas de lixo nas ruas
- A vida lá é infinitamenta mais barata que aqui no Rio de Janeiro. Roupas, bebidas, juros, comida, moradia, carros, tudo mais barato...
- Tem 3 tipos de táxi: normal (que é preto com teto amarelo), o coletivo que funciona como as vans aqui do Rio) e Rádio-Táxi
- Eles dão o troco certo.. Quando fui pagar uma compra no mercado e sobrou 1 peso e a aendente me deu uma moedinha que é menor que a nossa moeda de 1 centavo e vale bem menos... pra vc ter idéia, 1 real vale mais ou menos 25 pesos.. faça as contas...
- Tem muita chilena bonita (é fácil de encontrar olhos azuis e verdes por lá), mas mulher de corpo bonito (leia-se gostosa) não tem tanto. Nesse quesito, as colombianas são mais parecidas com as brasileiras...
- Quase não há negros em Santiago
- Também tem medigos e pedintes, mas em pouca quantidade
- Eles falam com muita gíria... nao chega a ser expressões, mas em quase tofrase tem um "ya" (mais ou menos como um "ok" ou "certo") ou um "poh" (igual ao pô daqui)
- Domingo é "morto". Não tem praticamente nada pra fazer.Tudo fechado, até os bares. Dá pra acreditar???? rs

:D




Bem pessoal.. essa foi a minha viagem e espero que tenham gostado de acompanhar e descobrir um poquinho mais desa cidade que me impressionou bastante e deixou uma vontade de voltar em breve!

Gostou? Então comenta "poh" rs
brazdias
Site Admin
 
Mensagens: 562
Registado: Sábado Ago 07, 2010 4:21 pm

Voltar para Blog

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

cron